quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Gmail: Como saber se o seu e-mail foi lido




MailTrack é uma extensão para os navegador ChromeOpera e Firefox que permite rastrear seus e-mails enviados pelo Gmail e saber quando eles são abertos pelos destinatários. 
Além disso, é possível saber a localização de quem abriu e por quais dispositivos as suas mensagens foram lidas. 
O MailTrack exibe sinais de visto (✓) ao lado de cada e-mail enviado, como no WhatsApp. O primeiro sinal indica que a mensagem foi enviada com sucesso, enquanto um segundo confirma a abertura do e-mail pelo destinatário, e possível leitura. O serviço também indica o número de vezes que cada e-mail foi aberto, exibindo dia e horário exatos da consulta feita por quem o recebeu.
O pop-up aparece no canto inferior direito da tela, no Windows e no Mac OS X. De lá, o usuário pode clicar para ir direto à mensagem ou colocar a conversa no mudo caso não deseje mais ser incomodado após a confirmação. É também possível silenciar todas as notificações facilmente, com um clique.


Como instalar
Passo 1. 
Acesse a página de download do MailTrack no TechTudo e clique em “Baixar”;








Passo 2. 
Em seguida, clique em “Usar no Chrome” e, por fim, em “Adicionar extensão” para confirmar a instalação do aplicativo;








Como configurar
Passo 3. 
Depois de instalar a extensão, a página de configuração do MailTrack será aberta. Nessa parte, clique em “Entrar com o Google”;







Passo 4.
 A partir de agora, clique em “Use grátis” para continuar, ou em “Passe para for work”, para contratar a assinatura do serviço e ter acesso aos recursos adicionais do MailTrack;









Passo 5. 

Em seguida, acesse a conta no Gmail, clique em “Atualizar autorizações”. Depois disso, vá até “Permitir” para autorizar o acesso do aplicativo aos seus e-mails;


















Passo 6.

 Após realizar os ajustes iniciais, você pode acessar as configurações do MailTrack a qualquer momento, clicando sobre o botão localizado no canto superior direito da página do Gmail;




















Como usar
Passo 7. 
O MailTrack funciona de forma totalmente integrada ao Gmail. Para usá-lo, basta criar uma nova mensagem. O recurso já vem habilitado por padrão, mas você pode ativar ou desativar o rastreamento clicando sobre o botão à direita de “Enviar”;








Passo 8. 
Para saber se o e-mail que você enviou já foi lido, acesse a pasta de mensagens enviadas e observe a marcação à esquerda do assunto. O recurso funciona de forma parecida com o WhatsApp: um tique indica que a mensagem foi recebida; dois tiques significam que a mensagem foi visualizada.





Pronto! Com essas dicas, você poderá rastrear os e-mails enviados e descobrir se a pessoa já leu a sua mensagem e ainda não respondeu.

Como escolher uma melancia




















A mancha amarela (ou de terra) mostra o lugar em que a melancia tocava o chão, enquanto amadurecia. A melancia madura deve ter uma mancha de cor amarelo escura ou até mesmo amarelo alaranjada, mas não branca.

Marcas de rede


























Estas manchas não muito bonitas na melancia indicam que as abelhas tiveram muito contato com a fruta, durante a polinização. Quando mais polinizada tiver sido, mais doce será a melancia.

Segundo o gênero




















Os agricultores dividem as melancias em ’meninos’ e ’meninas’. Os ’meninos’ têm forma mais alongada e seu sabor é mais aguado. As ’meninas’ são mais redondas e doces.

Pelo peso e volume

























É melhor optar por uma melancia não muito grande, mas também não muito pequena. O tamanho ideal é a mediana. Lembre-se de que uma boa melancia é sempre bastante pesada para o seu tamanho.

Pela haste




















Uma haste seca sempre indica que a melancia atingiu a maturidade necessária. Se a haste estiver verde, a fruta ainda não está madura.

Como registar uma patente de um produto?


Saiba quais são os passos necessários para obter uma patente e proteger um produto ou uma ideia inovadora.










Tem uma ideia inovadora ou desenvolveu um produto único no mercado e quer protegê-lo? Saiba que pode fazê-lo através do registo de uma patente. Em termos resumidos, as patentes permitem direitos exclusivos sobre o património registado durante um período de 20 anos. O detentor de uma patente pode assim impedir que terceiros explorem produtos ou ideias protegidas.
A obtenção de uma patente pode ser morosa. De acordo com o site do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), o tempo mínimo para a concessão de um modelo de patente é de 21 meses e a obtenção e manutenção de uma patente tem custos associados.
Se está interessado em obter uma patente veja quais os passos a dar:

1. Pedido de registo:

Deverá apresentar junto do INPI o seu pedido. Este processo pode ser feito pessoalmente, por correio ou pela internet, através do INPI. Deverá enviar os seguintes documentos:
  • Formulário de pedido de patente;
  • Reivindicações do que é considerado novo e caracteriza a invenção;
  • Descrição do objeto da invenção;
  • Desenhos necessários à perfeita compreensão da descrição (quando aplicável);
  • Resumo da invenção;
  • Proceder ao pagamento das taxas de pedido.

2. Envio para o ministério da Defesa:

O INPI envia depois o pedido para o ministério da Defesa, onde é registado. O dossier volta novamente ao INPI passado um mês.

3. Exame formal:

É então feito um primeiro exame formal ao pedido de registo de patente. Um examinador verifica se o pedido cumpre todas as formalidades processuais. Nesta fase não são ainda analisados os aspetos técnicos da invenção, objeto de um segundo exame.

4. Envio de relatório:

O requerente receberá depois um “relatório com uma opinião fundamentada sobre o potencial de patenteabilidade da sua invenção”, explica o INPI no seu guia sobre o percurso do pedido de patentes. O mesmo documento explica ainda que aquele “é apenas um documento informativo que serve essencialmente para o requerente decidir sobre a internacionalização do seu pedido de patente”.

5. Publicação:

Nesta fase, o pedido de patente deixa ser confidencial e passa a ser público, através da sua publicação no Boletim da Propriedade Industrial.

6. Oposição:

Depois de o pedido ter sido publicado, é dado um prazo de dois meses para que quem se sinta prejudicado com a concessão daquela patente possa fazer uma reclamação. Esta queixa deverá ser analisada pelo examinador e o requerente tem a possibilidade de responder à reclamação.

7. Exame:

Chegou a fase em que a invenção será efetivamente analisada consoante três critérios: a novidade; a atividade inventiva e a aplicação industrial. Se o parecer do examinador for negativo, o requerente pode corrigir os defeitos apontados no prazo de dois meses.

8. Decisão:

Qualquer que seja a decisão (de concessão ou de recusa do pedido de patente), será sempre publicada no Boletim de Propriedade Industrial. Em caso de recusa, o requerente poderá pedir um recurso da decisão junto do Tribunal do Comércio de Lisboa.